Arquivo por mês: janeiro 2014

jan 31 2014

O POVO DE RUA

O POVO DE RUA Denise Zenicola                                                     Escravos, de Charles Landseer (coleção Cândido Guinle de Paula Machado)  A proposta deste trabalho é estender um olhar sobre as Performance do cotidiano urbano  do povo que ocupava  as …

Continue lendo »

jan 29 2014

DE IYÁ – MI – AGBÁ E DANÇA CONTEMPORÂNEA

  DE IYÁ – MI – AGBÁ E DANÇA CONTEMPORÂNEA Denise Zenicola é Doutora em Teatro pela UNIRIO, pesquisadora do   NEPAA (Núcleo de Estudos das Performances Afro-Ameríndias), professora de   Técnicas Corporais na Universidade Estácio de Sá, preparadora corporal de   teatro, Coreógrafa, Diretora e Bailarina. Dança/Comunicação/Antropologia Se por um lado, a Globalização transforma …

Continue lendo »

jan 26 2014

MAMIWATA: dança em deslocamento

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=nIzDbV_Y9p0 https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=nIzDbV_Y9p0#t=48 MAMIWATA: dança em deslocamento Mas Mamiwata é sempre um mito contemporâneo, mesmo ali onde parece desaparecer, discreta talvez, porque protegida pelas máscaras corporais ou seja pelos deslocamentos de identidades. Por isso, nossa escolha pelo uso em paralelo de imagens virtuais juntamente com algumas cenas, pois estas são imagens, representações contemporâneas das identidades, o …

Continue lendo »

jan 24 2014

MAMIWATA: dança em deslocamento

MAMIWATA: dança em deslocamento https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=nIzDbV_Y9p0#t=48   Profa. Dra. Denise Mancebo Zenicola Universidade Federal Fluminense (UFF)   Resumo: Este artigo insere-se em um longo projeto de estudo do mito MAMIWATA, apresentado sob a forma de  espetáculo de dança contemporânea, onde é abordado o movimento das identidades da cultura afro brasileira. Na experiência e prática de montagem …

Continue lendo »

jan 22 2014

O BARRACÃO – Àgọ´(pavilhão): Texto Pai Marcio de Jagum

O BARRACÃO – Àgọ´(pavilhão):   Embora as Casas de Candomblé sejam genericamente denominadas de “Barracões”, este é na verdade o espaço onde a Comunidade promove suas festas e celebrações públicas. O nome tradicional (Barracão) remonta ainda o momento em que os Calundus (primeiras organizações religiosas afro brasileiras) eram praticados nas senzalas. Hoje, esta dependência é …

Continue lendo »

jan 20 2014

Dicionário Yorubá, continuidade

  Meus caros, este material foi retirado do site http://vidademacumbeiro.blogspot.com.br/2008/11/dicionrio-yoruba-portugues-5a-ed.html e será publicado em partes. Pode haver diferenças entre o exposto aqui e outros autores e pesquisadores.    iliníni – herança (vd. ijogun) iló – hábito ílò – ida (verbo ir) (vd. lílò) ilorá – lentidão, preguiça (vd. àinkanju) ilori-kunkun – teimosa (vd. ódí) iloró – …

Continue lendo »

jan 13 2014

Dicionário Yorubá. Continuidade.

  Meus caros, este material foi retirado do site http://vidademacumbeiro.blogspot.com.br/2008/11/dicionrio-yoruba-portugues-5a-ed.html e será publicado em partes. Pode haver diferenças entre o exposto aqui e outros autores e pesquisadores. ìdájó – julgamento, juízo (vd. onidajó, adàjo) ida keji – duas espadas ìdáku – desmaio idalamú – agitação ídaloro – tormentaidan – feitiço, bruxaria, mágica, talismã (vd. iwajè, ísajé) …

Continue lendo »

jan 08 2014

A DECEPÇÃO: Texto de Pai Marcio de Jagum

A DECEPÇÃO: Certamente todos os sacerdotes de Candomblé já se depararam com este sentimento. A decepção é a emoção mais recorrente dentre as queixas daqueles que comandam uma comunidade de Terreiro. Não há quem não tenha relatos pessoais, ou histórias para contar dentro de uma Casa de Santo que não tenha experimentado a decepção. Isto …

Continue lendo »

jan 07 2014

A FÉ: Texto de Pai Marcio de Jagum

A FÉ: A fé é a ferramenta fundamental de qualquer credo. Sem fé não há religião alguma. É através da fé, que o Homem encontra o caminho para interagir com o divino. A fé é o mecanismo que dá sentido à vida e à morte. Sem fé não há equilíbrio, não há superação, não há …

Continue lendo »