«

»

jun 18 2013

Qualidades do Orixá Oxalá

 

Qualidades do Orixá Oxalá

 Meus caros, este material foi retirado do site Ocandomble.wordpress. Pode haver diferenças entre o exposto aqui e outros autores e pesquisadores. 

Osolufon, Orixá Olúfon, velho e sábio, cujo templo é em Ifón, pouco distante de Oxogbô. Seu culto permanece ainda relativamente bem preservado nessa cidade tranquila, Um núcleo de sacerdotes, os Ìwèfà méfà (Aájè, A´swa, Olúwin, Gbògbó, Aláta, e Ajíbódù) ligados ao culto de Orixá Olúfón e uns vinte olóyè, os dignitários portadores de títulos, que fazem parte da corte do rei local, Obà Olúfón. Conhecemos alguns Orixás funfun que segundo Verger seriam 154, dos quais citamos alguns:

Babá Ifurú; Babá Okim; Babá Akanjáprikú; Babá R’Oko; Babá Efejó; Babá Ajalá; Babá Ajagemo; Babá Olokun.

Osogiyan ou Oxaguian (Orixá Ogiyan): Orixá jovem e guerreiro, cujo templo principal se encontra em Ejigbô. Ganhou o título de Eleejigbô Rei de Ejigbô, Babá Ejigbô, uma de suas características e o gosto pelo inhame pilado chamado lyán, que lhe valeu o apelido de Oisa-Je-Iyán ou Orisájiyan, Oxaguian no Brasil. Conhecemos alguns Orixás guerreiros funfun Elemoxós, são eles: Babá Ajagúna; Babá Lejubé; Babá Apejá; Babá Epê; Babá Akíre; Babá Dankó; Babá Dugbé;Babá Olójo

Encontraremos diversos nomes, títulos, qualidades diversas de Oxalá: Bábá Aláse, Arowú, Oníkì, Onírinjá, Jayé, Ròwu, Olóba, Olúofin, Oko, Éguin, Obanijitá, Oluorogbô, Ibô,  etc.

Willian Bascom observa que o ritual da adoração de todos esses Orixás funfun é tão semelhante que, e, alguns casos, é difícil saber se, se trata de divindades distintas ou simplesmente de nomes e manifestações diferentes de Orisanlá.

Oxalá compõe com qualquer outro Orixá, por ser universal e singular, apazigua energias trazendo tranquilidade  a qualquer um em qualquer situação, na vida e na morte.

Sobre o autor

tomeje

Axé à todos. Sou o Tomeje. Iniciado em 27 de outubro de 1987 para o Orixa Ogun. Desde que conheci a religião dos Orixás eu sempre me preocupei em apreender qual a função da religião e da religiosidade na vida das pessoas. Eu quero entender como isso funciona. Como a religião e a religiosidade formam a fé de alguém. São muito anos de perguntas, muitos questionamentos pessoais e poucas respostas e creio que seguirei assim, aprendendo sempre.
Agora, graças a essa nova tecnologia, tenho uma oportunidade de interagir e trocar experiencias e vivencias dentro da religião e assim aprender uns com os outros. Eu mais que vcs, com certeza, aprendo a cada pergunta.
Eu tento compreender a nossa religião pensando sempre numa comunidade que se ajuda mutuamente. E não é diferente neste meio de comunicação, que assim como os livros, discos, cadernos, fitas, dvd's e outras ferramentas de divulgação de conhecimentos, este blog é somente mais uma forma de comunicação.
Porém este nova possibilidade não deve ser pressuposto para descuidarmos do aprendizado com nossos mais velhos nas roças, no seu dia a dia. Ainda que por vezes seja difícil, eu aprendi que é na roça que se vive a realidade da religião.
Meu trabalho aqui é muito mais do que só falar e responder questionamentos a cerca da religiosidade. Meu objetivo é promover a discussão de assuntos que nos afetam direta ou inderetamente, é lembra-los que somos parte do TODO, que somos uma só comunidade e que o indivíduo, apesar de dos seus anseios pessoais, está inserido numa família de axé e, neste contexto, quanto mais se pensa coletivamente, mais o individuo se fortalece.
Candomblé só se faz no coletivo.
Sejam todos muito bem vindo a este projeto e que nossos queridos Orixas nos encaminhem sempre no melhor destino. Axé, Tomeje.

29 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Mateus

    Motumbá!
    Tomege, só queria agradecer-lhe por ser um ponto de lucidez em meio ao que se lê do candomblé na internet. Em todos os seus posts (tanto nos daqui quando no do “ocandomblé”) vejo humildade, integridade e muita fé! Admiro muito os textos que escreve e a paciência incomum que tem com os comentários mais esdrúxulos possíveis que vejo responder, sempre com respeito e alegria. Você me ajuda muito, mesmo à distância a crescer muito e aprender muito no e com o candomblé! Muito obrigado!

    1. tomeje

      Mateus ficamos felizes em ajudar e a desmistificar certos assuntos da religião, dentro dos limites possíveis, por isso te agradeço pelas palavras. Acho que eu tive muita sorte na religião, sempre fui muito bem recebido e sempre pude aprender com os mais velhos. Portanto eu só repasso aquilo que aprendi. Grato e que Ogum te abra bons caminhos sempre. axé, Tomeje.

  2. tuninho de osogyian ( baba kekere)

    oi tomeje, mutumba meu irmao! ta sumido. a muito tempo que eu nao te vejo, como vao todos na sua familia? eu te encontrei aqui por acaso. ogun kibanfe.

    1. tomeje

      Babá eu fiquei realmente muito emocionado com sua mesagem. Tenho um grande respeito pelo sr e gosto sinceramente do sr. Também deve ser do seu conhecimento que eu fui convidado a me retirar da Casa de Axé, uma Casa que eu aprendi a amar e respeitar, e por este motivo e pelo amor que sinto pela Yá e pela comunidade eu prefiro me calar em respeito a autoridade da Yá. A minha mulher também manda beijo e pede sua benção. Espero um dia poder te reencontrar e seguir nossa amizade. Farei contato em breve. Axé e sua benção. Tomeje, Ogun ti onã.

  3. Carlos henrique de A.A.Dos Reis

    Caro amigo Tomeje, fiquei realmente muito impressionado com suas explicações . Gostaria que se possível, me enviasse mais a respeito de Baba Lejugbe: Ele é um Oxaguia ou Oxalufa ? Qual os orixás que o acompanham e qual o Bara que relacionado a este orixá. Grato pela gentileza e pelo encinamento.

    1. tomeje

      Carlos Henrique obrigado pelas palavras e pelo carinho. Vejo que hoje tem uma certa “disputa” para ver quem sabe mais sobre qualidades de Orixa, não estou falando de vc, mas das pessoas que revelam qualidades de Orixa aos não iniciados, e aos recém iniciados, sem que esses tenham o conhecimento básico do que é o próprio Orixa. Ou seja, há uma veneração pela qualidade como se isso fosse mais importante que o Orixá em si ou como se isso tornasse a pessoa mais importante por conhecer algo sobre a sua qualidade de Orixa. Por outro lado temos a figura da pessoa que informou um nome como sendo uma qualidade de Orixa, hoje temos absurdos sendo ditos meu irmão, até trecho de cantiga ou mesmo diginas tem “virado” qualidades de Orixás, é o que eu chamei, no início do comentáiro de “disputa para se mostrar mais sábio”.
      Siceramente eu desconheço este nome como qualidade de Oxalá, mas isso não quer dizer que não exista. Mas de toda forma, a minha resposta para vc é: Não existe isso de “qual barra” “quais Orixás o acompanham”. Não existe receita fixa. Carlos sua cabeça é individual e única e por isso o Oxalá pode vir acompanhado de qualquer outro Orixa que seja melhor para a sua cabeça e pode ter qualquer um dos baras (geralmente há baras mais ligados a oxalá como por exemplo Lalu) desde que este barra seja o melhor para sua cabeça.
      Minha dica é que vc seestude e procure saber com seus mais velhos sobre Oxalá, independente de ser Oxaguia ou Oxalufa, o importante é vc conhecer o Orixa e não as qualidades. Espero ter ajudado, axé, Tomeje.

  4. Ruan

    Boa noite, Tomeje.
    Eu gostaria de saber se o senhor já ouviu fala do Oxalá Babá Omim Laio. E se já se poderia falar um pouco dele pra mim.
    Desde já o meu obrigado!

    1. tomeje

      Ruan seja bem vindo. Eu conheço este termo “omi laio” como parte de uma reza ou cantiga que fala de uma situação vivida por Oxalá, uma passagem da “vida” de Oxalá. Podemos dizer que seria uma forma de enaltecer a ligação de Oxalá com as águas e com a fecundidade das águas. Algo assim, mas nunca ouvi falar deste nome como qualidade de Oxalá. Para exemplificar: Seria o mesmo que dizer que o termo “Ogum ajo” seria uma qualidade de Ogum, quando na realidade a frase que significa que “Ogum viaja”. E há pouco tempo eu conheci um rapaz que se diz feito de ogum ajo, que segundo lhe foi dito, seria uma qualidade rara e pouco conhecida de Ogum. Cuidado meu irmão, vá com calma e sempre pergunte a quem lhe deu a informação sobre a procedência desta informação. Axé, Tomeje.

  5. Ruan

    Srº. Tomeje

    Saberia me informa se poderia então ter um Oxalá com esse nome Babá Omin Laio?
    Desde já obrigado. Axé

    1. tomeje

      Ruan, conforme eu te expliquei abaixo, eu nunca ouvi falar deste Oxalá. Fui procurar com meus mais velhos e todos foram unanimes em dizer que se trata de invenção de quem te disse isso. Cuidado meu irmão, veja muito bem de onde vc está recolhendo informações e se quem está te dando informações é de fato confiável. Me parece que vc está sendo mal informado. Desculpe a dureza do comentário, mas as vezes é preciso mais claro e direto. Axé, Tomeje.

  6. Ruan

    Olá, Tomeje.
    O senhor saberia me dizer se existe somente um Oxalufan que caminha com Oxum.
    Sou filho de Oxalufan com Oxum. Então eu queria saber qual é o meu Oxalufan.
    Desde já Obrigado, Axé.

    1. tomeje

      Ruan bom dia, não me entenda mau, não estou sendo grosso contigo, mas vc leu meus comentários abaixo meu irmão? Me parece que vc é bastante novo na religião e talvez também seja uma pessoa nova de idade. Meu caro seus comentários sempre me deixam com a certeza de que vc está sendo muito mau informado, me parece que vc está sendo iludido e tem recebido informações descabidas. Como seu mais velho, como uma pessoa que se dispõe a ajudar, eu tenho que te dizer que, com absoluta certeza o que vc precisa saber sobre o orixá Oxalá vc ainda procurou. Está preocupado com assuntos que não vão acrescentar nada na sua caminhada e não se preocupa em compreender e aprender sobre o que é Oxalá. Com quem Oxalá come, anda, briga, se casa, ou qualquer outro assunto fora da questão principal que é conhecer o Orixa Oxalá, não vai adiantar nada para vc. Procure informação com gente séria meu irmão, ou em livros sérios e respeitados, aonde vc está só está confundindo sua cabeça. Desculpe mais um comentário tão duro,mas é preciso te alertar. Axé, Tomeje.

  7. Dayan

    Boa noite, Tomege.

    Se possível, eu gostaria de saber mais sobre Babá Dankó. Desde já, agradeço quaisquer informações,

    1. tomeje

      Dayan seja bem vindo(a) ao blog. Dayan, se vc olhar com calma minhas respostas verá que sou bastante reticente em falar de qualidades de Orixa, não que eu saiba muito, pelo contrário, eu acho que sei pouco. Mas eu tenho visto uma onda enorme de pessoas falando de qualidades de orixá, de títulos de orixá, de sobrenomes e tantas outras coisas sobre orixá que eu acho que estão esquecendo de falar do principal que é o orixá, por isso eu sempre falo do orixá. Sobre este nome específico, babá dankó, há pouco tempo eu falava com meus filhos sobre os modismos do candomblé, e agora este é um dos modismos, não se fala mais de Oxaguian, se fala de Dankó, não se fala mais de Oxum, se fala em Opará ou Onira e assim por diante. Meu irmão para começarmos um diálogo sobre orixá é preciso saber uma coisa fundamental, vc conhece o que é Orixa e o que é Oxalá? Te garanto que saber sobre Oxalá é muito mais importante que conhecer qualquer coisa sobre qualidades de Oxalá. Vamos conversar? Axé, Tomeje.

  8. baba César ti Ikire

    Tomeje meu irmão se possível me passe seu e-mail
    axe

    1. tomeje

      Baba Cesar. Ok vou enviar para o email cadastrado. Axé, Tomeje.

    2. tomeje

      Baba Cesar acabei de enviar um email e voltou, por favor me indique um email válido. Axé, Tomeje.

  9. Eduardo Cunha

    Motumba !!!
    Gostaria de saber se existe a qualidades de Oxaguiã chamado de Pi ti Odé ?

    1. tomeje

      Eduardo seja bem vindo. Isso é invenção meu irmão, tem muita gente querendo saber de tudo e fazendo besteiras. Este frase é parte de uma cantiga, só isso, axé. Tomeje.

  10. Luiz Neves

    Bom dia Tomeje.
    O Sr. Poderia me esclarecer se Ikú e orixa funfun e qual a relação deke com Oxalá.
    Desde já obrigado.

    1. tomeje

      Luiz Neves seja bem vindo. Ikú (A Morte) não é um doa orixas funfun. Porém Ikú é um dos principais orixas da criação, não no sentido de ter participado da criação como os Funfun, mas na manutenção do equilíbrio da existência dos seres criados por Olodumare. Na cosmogonia Yoruba, tudo deve nascer, crescer, se reproduzir (dar frutos, vida), envelhecer dignamente e morrer, para assim cumprir seu ciclo. Procure estudar sobre Onibodê, a criação das cabeças, a escolhas destas cabeças pelos seres humanos e o retorno ao Orun. Asé e felicidade e vamos conversar mais. Baba Tomeje.

      1. RCG

        Estava me coçando aqui para falar sobre Ikú.

        Tomeje, já ouvi falar da cor preta ser de Iku. Por isso não deveríamos vestir para não atraí-lo. Procede?

        Mas, não consigo vislumbrar o mal de atraí-lo, já que em tese, todo mundo só vai na hora certa. Além do mais, o vejo como um orixá, igual a todos os outros. Não entendo porque as pessoas tem tanto medo.

        Em contrapartida de que todo mundo só vai na hora certa, já ouvi também sobre oferendas a Iku no intuito de adiar/afastar a morte. Isso me deixa confuso, porque no meu entender, se Iku permite a pessoa uma segunda chance, é porque não era hora dela morrer.

        Não tenho certeza se este assunto pode ser debatido com um não iniciado, por isso, se não puder, me perdoe.

        Um abraço.

        1. tomeje

          Prometo que vou retomar este assunto contigo, mas estou com Yawo rwolhida e estou muiito cansado agora, desculpe, mas vams discutir o tema sim.

          1. RCG

            Combinado!

          2. RCG

            No aguardo, assim que o senhor estiver mais tranquilo.

  11. Euridice Bittencourt

    Ola Boa Noite:
    Gostaria de saber se existe Orixala Adja. Ele nao incorpora em ninguem e e somente no candomble e na umbanda branca que e cultuado. Obrigada.

    1. tomeje

      Euridice seja bem vinda, desculpe a demora estava com outros compromissos religiosos na minha Casa de Asé. Orinxala ou Oxalá, com qualidades só é cultuado no candomblé, na umbanda Oxala é sincretizado com Jesus e não tem qualidades. A palavra que vc escreveu pode sere lida pelo menos de duas formas, uma delas é “cachorro (animal)” a outra é ” sineta de dupla canopla usada para provocar o transe”.
      Eu nunca ouvi falar de Oxala adja. Asé e felicidades Baba Tomeje.

  12. RCG

    Boa noite Tomeje.

    Não falamos sobre Iku e sobre o preto em? Mas o motivo pelo o qual eu posto é outro.

    Tomeje, eu fui a casa de Oxumare. Pelo o que me falavam, eu pensava que lá era muito maior. Tinha muitas pessoas de outros países. Gostamos do local. Eu particularmente não gostei da escada. 😀

    Começou a festa. Estranhei não começar tocando para Exu. Perguntei a um rapaz que estava ao meu lado(acho que ele era ogan) e ele falou que “despachou” mais cedo. Não gosto deste termo, porque acho que Exu deve estar presente e não ser “despachado”.

    Tremi o ombro em todos os orixas. MAS eu consegui assistir tudo e de pé. Normalmente não consigo assistir. Confesso, que lá no meu intimo eu queria que o orixa mostrasse que o meu local era ali. Mas eu não senti 1/4 do que eu sinto lá na casa que frequento que é Angola mas também toca ketu.

    Uma coisa que eu nunca tinha visto é que os orixas não incorporavam ao decorrer dos toques. Tocou para todos os orixas e no final, após uma pausa, tocou um ritmo bem acelerado, em que todos incorporaram ao mesmo tempo e estavam dançando muito rápido. Eu não consegui visualizar diferença de orixa novo para orixa velho e nem diferenças entre os mesmos porque todos estavam muito rápidos e parecidos. A animação do pessoal estava contagiante, todos batiam palmas, e eu já não mais tremia. Parei de tremer quando começaram a incorporar. O que tb achei estranho.

    Queria ouvir um pouco da sua opinião sobre o que eu relatei. Também queria saber que toque é este rápido, após o xirê. Eu perguntei a uma pessoa lá, mas ela não soube responder. Disse que era nova na casa.

    Lembrei de vc lá duas vezes meu amigo. Um grande abraço.

    1. tomeje

      Por coincidência hoje eu pensei em Ikú, num texto enorme, mas cheio de buracos que preciso conversar com meu pai antes de estruturar o texto. Mas está na lista de discussões importantes que quero ter no blog.
      Antigamente, no tempo da repressão policial ao candomblé, especialmente na Bahia, foi cunhado este termo “despachar Exú” na esperança de que se associasse o despachar exú ao entendimento de que ali naquele lugar não se cultuava o mau. Mesmo nas grandes Casas o termos é usado ainda hoje e era assim mesmo. Hoje, mesmo depois de tantos anos e tantas discussões a esse respeito o termo continua sendo utilizado. Porém hoje ele assumiu o seu “verdadeiro” (entre aspas por que não existe verdade absoluta) significado. O termo despachar exú significa solicitar que Exú vá aos Orixas informa-los que está acontecendo um sire em sua homenagem e traga boas notícias. É o mesmo “despacho” feito pelos juízes em busca de informações ou pedidos, ok?
      E é feito antes para que tenhamos tempo de saber asa respostas de Exú aos nossos pedidos de um bom e feliz sire. E em geral é feito somente com os membros mais velhos da Casa por se tratar de uma cerimônia íntima e muitas vezes destinadas aos ancestrais daquela Casa.
      Sobre a escadaria kkkkkkkkkk ela é longa mesmo. Mas é tão bom subir aqueles degraus carregando água pra Oxumare ou Oxala, o balde é leve, a água é fresca, e em geral os orixas não se importam em subir e descer aqueles degraus. Eu sou apaixonado pela minha Casa matriz, incluindo a escada kkkkkkk
      O sentimento é dificil de falar, tem um monte de coisas que influenciam, vc está numa Casa e deve respeito a ela, vc está acostumado com os toques e o ritmo da Casa, incluindo os orixas virando durante o sire, então, eu recomendo que vc vá numa outra cerimônia só pra ver direito (puxando descaradamente a brasa pra minha Casa Mariz) kkkkkkkkkk
      No Oxumare e nas demais Casas grandes como Opo Afonjá, Opo aganjú, Casa Branca, Alaketu e tantas outras, os orixas só vem depois do sire e no toque ou cantigas espe´cificas. O ritmo que vc ouviu foi a ramunha ou vramunha ou arramunha (tanto faz) um ritmo rápido dedicado a Oxumare, o Patrono da Casa.
      Mas fala sério, aquelas cornetas são lindas e emocionam o povo, né????? Asé e felicidades. Baba Tomeje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>