ADJAHUTO:

ADJAHUTO: Em Tado, uma aldeia do Togo localizada próxima ao rio Mono, no oeste da África, conta-se sobre um deus nascido da pantera negra. É a lenda de Adjahuto. Segundo dizem, a pantera macho (agusu) teve relações com a mulher do rei de Tado. Daí nasceu Adjahuto. Seu nome significa “o matador de Adja”, pois […]

ZOMADONU:

ZOMADONU: Na cidade daomeana de Abomé, são cultuados os chamados Tohosu, conhecidos como “reis das águas”. Essas divindades são adoradas pela família imperial da região. Zomadonu era um príncipe anormal, nascido filho do rei Akaba (que reinou no Daomé entre os anos de 1680 e 1708) e da rainha Kuande. Sempre que um Tohosu vem […]

ZANGBÉTÓ: O GUARDIÃO NOTURNO

ZANGBÉTÓ: O GUARDIÃO NOTURNO O culto a Zangbétó tem origem na região de Hógbonu, no Benin, desde 1711, portanto trata-se de uma divindade Jêje e não Nagô. Até hoje seu culto existe na fronteira entre o Benin e o Togo. Mais precisamente na desembocadura do rio Mono, em Grand Popo. Seu nome significa “Caçador Noturno”. […]

BOSIKPON, VODUN DA REGIÃO DE OUÈMÉ:

BOSIKPON, VODUN DA REGIÃO DE OUÈMÉ: Na região do rio Ouêmé, no Benin, portanto território de cultura Jêje, são cultuados inúmeros voduns, cuja ritualística se perdeu no Brasil. O mais conhecido deles, é BOSIKPON. Segundo Pierre Verger, Bosikpon seria o Vodun do rei Yahanze, de Ouèmé Djigbe. O culto a Bosikpon se estabeleceu em Ouèmé, […]

Fale Conosco